Cristiano Ronaldo dos Santos Aveiro, Ronaldo, CR7, ou mesmo El Bicho como ficou conhecido na Espanha, é um futebolista nascido em 5 de fevereiro de 1985 em Santo Antônio, freguesia da cidade de Funchal, na Ilha Da Madeira, em Portugal.

Começou sua carreira aos 8 anos de idade pelo Andorinha, de Santo Antônio. Em 1995, Cristiano passou a ser jogador das divisões de base do Nacional da Ilha da Madeira, ficando por 2 anos no clube, até se transferir para o Sporting de Portugal, onde passaria a ser visto pelo mundo. Logo em sua estreia pela equipe principal do Sporting, marcou 2 gols. Cristiano era uma jovem promessa, mas com uma atuação de gala contra o Manchester United em 2003, chamou atenção de todos, e mais ainda de Ferguson (treinador da equipe inglesa). Fato curioso, é que ele impressionou até os futuros companheiros de equipe. No retorno para Inglaterra, os jogadores pediram ao então treinador Sr. Alex Ferguson (e o maior mentor de Cristiano na carreira) que contratasse Cristiano Ronaldo para substituir David Beckham, ídolo do clube que havia ido para o Real Madrid.

No final de 2003, Cristiano Ronaldo foi comprado pelo Manchester United, e ali começou a ser lapidado por Ferguson. No Manchester United, Cristiano era um jogador mais habilidoso, era o chamado firulento, pois abusava dos dribles, muitas vezes em momentos desnecessários, e até mesmo perdia gols por querer dar um drible a mais. Lembro-me de que em uma das temporadas dele pela equipe inglesa, Ferguson disse que se ele não atingisse a meta de 30 gols, iria raspar seu cabelo (Cristiano é considerado um dos símbolos da Metrosexualidade junto com Beckham, por exemplo). Naquela temporada, ele fez 35 gols. Pelos Red Devils, Cristiano conquistou 10 títulos, dentre eles 1 Liga dos Campeões da Europa, 1 Mundial Interclubes da FIFA, e o tricampeonato consecutivo da Premiere League (Campeonato Inglês), além de vários prêmios individuais como o de Melhor Jogador do Mundo em 2008. Foram 292 jogos com 118 gols e 61 assistências com a camisa vermelha.

Após várias discussões sobre seu futuro, em 2009, Cristiano Ronaldo deixou a cidade de Manchester rumo a Madrid, onde foi contratado como a transferência mais cara da história até então (o valor da transferência girou em torno de 96 Milhões de Euros, aproximadamente 256 Milhões de Reais) pelo Real Madrid.

Foi com sua ida para o Real Madrid que Cristiano começou a ser considerado uma Máquina de jogar futebol e de fazer gols, e com a camisa merengue, começou a colecionar recordes, dentro e fora dos campos. Abaixo citarei alguns deles:

  • Único jogador no mundo que marcou em todos os minutos possíveis (do 1 ao 90);
    Jogador com mais Hat-tricks pela Seleção Portuguesa;
  • Maior artilheiro da história da Liga dos Campeões;
  • Maior artilheiro de uma edição da Liga dos Campeões;
  • Maior artilheiro da fase de grupo da Liga dos Campeões;
  • Maior artilheiro de mata-mata da Liga dos Campeões;
  • Maior artilheiro da história da Seleção Portuguesa;
  • Maior artilheiro da história do Real Madrid;
  • Único jogador a marcar por 2 clubes diferentes em finais de Liga dos Campeões;
  • Único jogador a ganhar todos os títulos possíveis por 2 clubes diferentes;
  • Único jogador a estar 10 vezes seguidas nos 11 melhores do Ano da FIFA;
  • Único jogador a marcar mais de 50 gols por 6 temporadas consecutivas;
  • Jogador com mais chuteiras de ouro na história (Prêmio dado ao artilheiro do ano na Europa);
  • Jogador com mais Hat-tricks em La Liga (Campeonato espanhol);
  • Maior artilheiro em atividade no futebol mundial.

Pelo Real Madrid, Cristiano Ronaldo tem a média de gols maior que a de jogos. Sim, ele fez mais gols pela equipe merengue do que jogou. Conquistou vários títulos pela equipe espanhola como 1 La Liga, 2 Liga dos Campeões, 2 mundiais interclubes, entre outros. Pelo Real Madrid, Cristiano disputou 368 jogos marcando incríveis 381 gols, além de 106 assistências.

Já pela Seleção Portuguesa, Cristiano Ronaldo passou pela decepção de perder uma Eurocopa em casa, em 2004, na final para a Grécia. Mas no ano de 2016 (melhor ano de sua carreira inclusive), Cristiano Ronaldo comandou seus companheiros e com a mediana Seleção Portuguesa, se sagrou campeão da Eurocopa contra a França, a anfitriã da competição. Pela seleção, são 68 gols em 136 jogos.

Em toda sua carreira, Cristiano conquistou 29 títulos por seleção e clubes, e incríveis 103 títulos individuais, entre eles 4 Bolas de Ouro e 4 Chuteiras de Ouro. Marcou 572 gols e deu 167 assistências em 827 jogos.

Por sua carreira, pelas façanhas fora de campo (atleta mais caridoso do mundo algumas vezes) e por ser uma máquina dentro dele, Cristiano Ronaldo merece seu lugar nos Inumanos.

 

Por Guilherme Serafim